Vereadora Michele Collins repercute violência contra a mulher no Recife - Michele Collins

Vereadora Michele Collins repercute violência contra a mulher no Recife

Capital pernambucana está entre as mais hostis quando se trata da situação das mulheres

 

A vereadora Missionária Michele Collins (PP) foi à tribuna da Câmara Municipal do Recife na tarde desta quarta-feira (1º) para repercutir a situação de vulnerabilidade a que muitas mulheres estão expostas na cidade. De acordo com o Mapa da Violência, cujo levantamento foi feito no final de 2012, o Recife está na sexta posição entre as capitais brasileiras quando se trata do feminicídio (homicídio contra a mulher), com 7,6 mortes registradas a cada 100 mil habitantes.

Já Pernambuco ocupa a 10ª posição no ranking de violência contra a mulher. A cada 100 mil habitantes, 5,5 mulheres são assassinadas. No primeiro semestre de 2015, mais de 31 mil ocorrências foram registradas na Delegacia da Mulher, no Recife. Quando se fala em estupro, os dados também são alarmantes. A cada 11 minutos, uma mulher é estuprada no Brasil. A violência doméstica sofrida por mulheres também é recorrente. No País, três em cada cinco sofreram alguma agressão no âmbito familiar.

Para combater esses crimes e oferecer respaldo às mulheres agredidas, Michele Collins propôs na Câmara de Vereadores o Projeto de Lei Ordinária 403/2013, que dispõe sobre o Programa de Apoio às Mulheres Vítimas de Violência. “Medidas preventivas também vão ser tomadas a partir deste programa, que visa incentivar a participação da sociedade através de denúncias e com campanha de divulgação para conscientizar nossa população a garantir o bem-estar das mulheres recifenses”, destaca.

Michele Collins saiu em defesa do PLO para que seja colocado em votação. “Gostaria fazer um apelo ao presidente da Casa para que pudesse trazer o projeto ao plenário para ser votado, usando a estrutura da Prefeitura para que essas mulheres possam ter apoio psicossocial, para que elas tenham apoio nesse momento tão importante em que infelizmente a agressão vem do lar”.

Da tribuna, Michele Collins também falou sobre o caso envolvendo a adolescente de 16 anos, que foi violentada por 33 homens no Rio de Janeiro. A vereadora também comentou a representatividade feminina na Câmara Municipal do Recife. “Nós temos uma bancada pequena, formada por seis vereadoras. Mesmo assim, podemos fazer muito pelo Recife. Eu gostaria de incentivar esta Casa a pensar mais nas situações das mulheres”, pontua.

A parlamentar também lembrou da Lei Maria da Penha (nº 11.340). “É importante registrar que no próximo dia 7 de agosto, a Lei Maria da Penha completa 10 anos. Na semana que vem, Maria da Penha estará aqui no nosso estado para tratar dos direitos femininos, numa discussão muito relevante”.

Após o pronunciamento, o presidente da Câmara Municipal, Vicente André Gomes (PSB), solicitou ao Departamento Legislativo que o projeto de lei fosse colocado em pauta na semana que vem.