Michele Collins se posiciona contra decisão que veta entrada em terras indígenas isoladas - Michele Collins

Michele Collins se posiciona contra decisão que veta entrada em terras indígenas isoladas

Na semana passada, o ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), reforçou a proibição de entrada em terras indígenas de povos isolados por conta da pandemia de covid-19. Nesta segunda-feira (27), durante a reunião plenária remota da Câmara do Recife, a vereadora Michele Collins (PP) fez uso da tribuna virtual para criticar a decisão. De acordo com ela, o acolhimento parcial de uma liminar requerida na Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 6622 vai prejudicar a circulação de missionários religiosos nesses locais.

“Essa decisão fere a liberdade religiosa, que é um direito constitucional. É muito importante a atuação das agências missionária que desenvolvem um trabalho importante junto a esse povo”, afirmou Collins. “Principalmente agora, nessa pandemia, essas agências desenvolveram um trabalho de socorro e de suporte. Elas chegam onde o governo não chega”.

A vereadora é missionária da Convenção Nacional de Ministros da Assembleia de Deus Madureira do Brasil e deu um depoimento baseado na sua experiência. “Quero deixar aqui o meu descontentamento, minha tristeza e minha perplexidade diante dessa decisão do Supremo Tribunal Federal, que deveria estar cuidando das leis, e não impedindo que vidas sejam alcançadas, que pessoas sejam tocadas espiritualmente”.

Collins detalhou as ações realizadas pelas missões religiosas, disse que elas têm uma “atuação histórica” e questionou o conhecimento do ministro do Supremo sobre as necessidades dos povos indígenas. “Agora, vem um ministro com sua toga querer barrar o trabalho que é realizado no meio desses povos. Sequer creio que ele tenha visitado uma tribo indígena para ouvir os índios e saber qual é o incômodo que isso tem causado na vida deles”, afirmou. “São organizações extremamente importantes que fazem esse trabalho. Isso é uma injustiça que está sendo cometida”.