Michele Collins comemora  aprovação das comunidades terapêuticas na Alepe - Michele Collins

Michele Collins comemora  aprovação das comunidades terapêuticas na Alepe

 

 

 

A vereadora Michele Collins (PP) registou que a Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) deu importante passo, na semana passada, no sentido de regulamentar as diretrizes para a atuação das comunidades terapêuticas (CTs) em Pernambuco. O projeto de lei 1940/2018, de autoria do deputado Pastor Cleiton Collins (PP), foi aprovado em comissão interna e agora seguirá para votação em plenário. “É importante para Pernambuco contar com um serviço de acolhimento neste nível”, disse a vereadora, na reunião ordinária desta segunda-feira (30).

Michele Collins assegurou que as comunidades terapêuticas são centros de acolhimento de pessoas que necessitam se afastar do ambiente no qual se iniciou e desenvolveu a dependência química. Ela lembrou que o Brasil assinou, desde 2015, o Marco Regulatório dessas comunidades e que na semana passada o Tribunal Regional Federal da 3ª Região  foi unânime em aprovar o documento que o regulamenta em todo o País. “O mérito do deputado pastor Cleyton Collins foi regulamentar as comunidades para funcionamento em Pernambuco”, ressaltou.

Para mostrar o nível de confiança popular nas comunidades, a vereadora citou uma pesquisa da Fiocruz que indica que 61% da população brasileira, quando precisa  fazer tratamento de dependência química, recorre às comunidades terapêuticas. “Por isso, se faz necessário regulamentar esse importante serviço”. Michele Collins disse, também, que são falsas as notícias que se espalham dizendo que os defensores  das comunidades também pleiteiam acabar com os Centros de Atenção Psicossocial (Caps). “Pelo contrário, nós entendemos que um serviço precisa do outro. Os profissionais e as equipes dos Caps precisam ser valorizados, pois o importante é salvar vidas. A população está morrendo por causa das drogas e precisa ser salva”, afirmou.