Michele Collins pede clínica móvel e tratamento preventivo

 

A vereadora Michele Collins (PP) discutiu dois requerimentos de autoria dela, de nº 3585/2020 e nº 3386/2020, solicitando que a secretaria de Saúde do Estado crie uma policlínica itinerante e o outro, à secretaria de Educação do Recife, a possibilidade de realização de testes em estudantes e professores da rede municipal de ensino no monitoramento da covid-19. Ela disse na manhã desta segunda-feira (13), na reunião ordinária da Câmara do Recife, por videoconferência, que muita gente está morrendo dentro de casa por medo de ir a hospitais. “Outras cidades como Itajaí, em Santa Catarina, está distribuindo a medicação ivermectina como medida profilática, ou seja, preventiva ao vírus. O medicamento custa barato e vem sendo indicado por diversos médicos”.

Michele Collins disse que é favorável à medicação preventiva e para isso uma clínica que percorresse os bairros, testando e entregando medicação ajudaria muito no combate à pandemia. Por isso ela pede no requerimento 3585/2020 para implantar uma policlínica itinerante , disponibilizando atendimento à população por meio de consultas médicas, exames  e oferta de medicamentos para quem apresentar sintomas leves  da doença.

Ela também destacou o requerimento 3386/2020 solicitando à Secretaria de Educação que na volta às aulas todos os alunos, professores e trabalhadores da rede sejam testados. “A reabertura das escolas com a volta às aulas já está sendo cogitada, mas seria bom cuidados redobrados, para voltar com segurança. Lembro que nós vereadores somos a voz do povo que não tem acesso às autoridades. Tenho recebido apoio do médico Blancard Torres, pneumologista chefe do Hospital Português e professor da Universidade Federal de Pernambuco, que advoga o tratamento precoce como meio de combater o vírus ”.