Vereadora cobra prazo de reabertura dos templos religiosos - Michele Collins

Vereadora cobra prazo de reabertura dos templos religiosos

 

A vereadora Michele Collins lamentou que o plano de reabertura das atividades econômicas e de convivência com a covid-19, anunciado segunda-feira (1º), pelo governador Paulo Câmara, não prevê a reabertura dos templos religiosos. “É uma pena que o documento apresentado à sociedade não toca, em nenhum momento, nos interesses das organizações religiosas. Não há uma palavra sequer sobre esse assunto. Não queremos que os templos abram de imediato, mas pelo menos que se diga quando ou como eles serão reabertos”, afirmou a vereador na reunião realizada de forma remota, por videoconferência, nesta terça-feira (2), na Câmara do Recife.

Michele Collins comentou que já houve uma reunião das bancadas evangélicas da Câmara Municipal do Recife e da Assembleia Legislativa de Pernambuco com a Comissão de Liberdade Religiosa da Ordem dos Advogados do Brasil, secção de Pernambuco, (OAB-PE), para elaborar uma pauta com sugestões sobre a reabertura dos templos religiosos. “Essa pauta foi entregue ao governo do Estado, prevendo as normas de higiene, de distanciamento dos fiéis durante a realização dos cultos e a aferição de temperatura das pessoas que forem às igrejas. Infelizmente, não recebemos nenhuma resposta, não fomos levados em conta neste momento”, afirmou.

 

Para a vereadora, essa situação é “triste”, uma vez que o vírus já vitimou cerca de 3 mil pessoas em Pernambuco, de acordo com os últimos boletins epidemiológicos, e a atenção religiosa é um suporte para enfrentar esse momento de tragédia, segundo ela. “Além disso, nós precisamos ter o respeito garantido, pois o exercício religioso está previsto no artigo quinto da Constituição Federal. A própria Constituição precisa ser garantida, nesse momento. O plano de reabertura econômica do Governo do Estado não está levando isso em conta, nesse decreto”, observou.