Michele Collins critica PL que abre margem para incesto e poliamor - Michele Collins

Michele Collins critica PL que abre margem para incesto e poliamor

 

A vereadora Michele Collins (PP) criticou o projeto de lei que institui o Estatuto das Famílias do Século 21. Trata-se do PL 3369/15 proposto pelo deputado federal Orlando Silva, que já foi ministro de Esportes, e que segundo a parlamentar permite casamentos consanguíneos – entre parentes de uma mesma família – como pai com filhas, mães com filhos, irmão com irmão, e o que se denomina nos dias de hoje poliamor, ou seja, duas os mais pessoas poderiam casar e constituir família.

Ela disse na tarde desta terça-feira (20), na Câmara do Recife, que esse projeto regulamenta o incesto e o poliamor. “Estou a procura da palavra e não encontro, é o apocalipse”. O PL deve ser votado amanhã (21) na Comissão de Direitos Humanos da Câmara Federal.

Para ela há pessoas que querem impor isso, querem que os cartórios sejam obrigados a registrar essas uniões, mas a Constituição não permite e só aceita casamentos monogâmicos. “Há tantos problemas importantes para se discutir e os parlamentares federais perdem tempo com isso. Vou pedir aos nossos deputados que votem contra. É vergonhoso porque vai contra o sentimento da família brasileira”.