Comissão de Direitos Humanos promove última reunião do semestre e apresenta relatório de atividades

 

 

A Comissão de Direitos Humanos e Cidadania da Câmara do Recife se reuniu, nesta segunda-feira (01), para promover seu último encontro de trabalho antes do recesso parlamentar de Julho. Na ocasião, a presidente do colegiado, Missionária Michele Collins (PP), fez um balanço das atividades da Comissão. A parlamentar aproveitou a ocasião para falar sobre a visita técnica realizada pela subcomissão de acessibilidade às obras da Avenida Conde da Boa Vista promovida na última quinta-feira (27), com o objetivo de verificar as condições de acessibilidade da via.

 Michele Collins pontou visitas realizadas durante o primeiro semestre pela comissão. “Conseguimos trabalhar e avançar muito. Fizemos várias visitas, fomos às palafitas e à Conde da Boa Vista”, disse a parlamentar. “A Conde da Boa Vista é uma avenida importante do nosso Estado. Fizemos a visita da quinta-feira passada junto com pessoas com deficiência e com dificuldades motoras. Vamos entregar um relatório técnico à Prefeitura.”

O documento adiantou Michele Collins, será entregue ao secretário de Infraestrutura e Habitação do Recife, Roberto Gusmão. Ele deve ser convocado para a primeira reunião da Comissão a acontecer após o recesso parlamentar, em agosto.

A presidente comemorou os resultados atingidos pela Comissão ao longo do semestre. “Discutimos 65 projetos. Alguns receberam a aprovação, outros foram rejeitados, mas todos foram analisados e estão em encaminhamento.” Mais tarde, durante a reunião plenária desta segunda-feira, os membros do grupo entregaram o relatório de atividades da Comissão ao presidente da Câmara do Recife, vereador Eduardo Marques (PSB).

Discussão – Participaram da reunião, além de Michele Collins, os vereadores Davi Muniz (Patri) e Ivan Moraes (PSOL). Foram distribuídos 20 projetos aos relatores para a emissão de pareceres – outros quatro foram redistribuídos para receberem novos pareceres.

Além disso, 13 projetos que tramitam na comissão foram discutidos e aprovados pelos vereadores. Michele Collins destacou o parecer pela aprovação concedido ao projeto de lei nº 72/2019, de sua autoria. “Esse projeto visa dar prioridade às mães e cuidadores de pessoas com doenças raras. Essas pessoas que cuidam também precisam ir a um médico, ir ao banco. E, quando elas chegam, muitas vezes sem as crianças que precisam ficar em casa por sofrerem convulsões, ficam esperando. Elas precisam ser atendidas rapidamente para poder voltar para casa. Estamos felizes por fechar este semestre com esse projeto.”