Michele Collins lembra Dia Nacional do Idoso

 

A vereadora Missionária Michele Collins registou, nesta segunda-feira (1º), no plenário da Casa José Mariano a passagem do Dia Nacional do Idoso. “A data foi instituída por meio da lei federal 11.433, de 2006. Hoje, comemoramos, também os 15 anos de vigência do Estatuto do idoso, que é uma importante iniciativa de caráter protetivo dos direitos fundamentais desse público”, afirmou.

A vereadora ressaltou também a importância dos idosos numa família. Para Michele, eles são vistos como o principal membro da comunidade familiar, pois representam uma história de vida. “Mas, apesar dessa importância e da vigência do Estatuto, o poder público ainda não prioriza os idosos como deveria. É preciso desenvolver políticas públicas mais efetivas, que garantam a acessibilidade desse público aos serviços disponíveis na sociedade”, criticou.

 

Michele Collins lembrou que os idosos são pessoas que trabalharam muito, que dedicaram a vida inteira aos familiares, mas lamentou que ainda há casos de violência contra eles. “Se hoje nós nos preocuparmos com eles, estaremos garantindo, ao mesmo tempo o nosso futuro”, lembrou.  Ela acrescentou que “em algumas ocasiões, na família, o idoso necessita de cuidados e acaba por envolver a família em torno de si, levando os mais jovens a olhar não só para si, como também para tudo a sua volta. É neste momento que observamos o carinho das pessoas, a exemplo do amor de um neto para com a sua avó querida”.

A vereadora destacou as leis de sua autoria que reforçam os direitos dessas pessoas: a lei 18.016/2014, que proíbe o atendimento aos idosos no segundo piso das agências bancárias do Recife; a lei 18.003/2014, que dispõe sobre os órgãos dos sistemas de saúde e educação, os quais deverão informar aos juizados e delegacias especializadas, bem como a outras autoridades competentes, ocorrências envolvendo idosos com indícios de maus tratos.