Vereadora Missionária Michele Collins realiza solenidade de prevenção às drogas - Michele Collins

Vereadora Missionária Michele Collins realiza solenidade de prevenção às drogas

Na manhã de hoje (29), a Missionária Michele Collins realizou uma reunião solene em homenagem ao Dia Internacional contra o Abuso e o Tráfico Ilícito de Drogas, na Casa de José Mariano. A solenidade foi presidida pelo vereador e presidente da Câmara Municipal, Eduardo Marques, além da presença de Ana Rita Suassuna, Secretária municipal de Direito Humanos, representando o prefeito Geraldo Júlio; Francisco Cordeiro, Analista de Programa da Unidade de Saúde e Desenvolvimento; André Sena, Secretário Executivo de Políticas sobre Drogas; Egon Schlüter, Presidente da Federação Nacional das Comunidades Terapêuticas; e Melva Ramirez, representante do escritório das Nações Unidas.

Na ocasião, assuntos e melhorias para a prevenção das drogas foram debatidos em função da Frente Parlamentar de Prevenção à Violência e Políticas de Drogas, formada por Michele Collins, Ivan Moraes, Renato Antunes, Aimée Carvalho, Aline Mariano, Gilberto Alves e Ana Lúcia. Em seu discurso, a missionária realçou que o problema das drogas está em todo o mundo, e os números da quantidade de dependentes estão altos, o que representa uma grande ameaça à saúde pública, segurança e qualidade de vida das pessoas da nossa cidade. “O escritório das Nações Unidas Sobre Drogas e Crime (UNODC) vem desempenhando um grande trabalho no controle do álcool e outras drogas, por meio de parcerias, cooperações operacionais e técnicas, com vistas à elaboração do relatório mundial, à realização de campanhas, doação de fundos para ONGS que atuam na prevenção e tratamento da toxicodependência, entre outras importantes ações”, contou.

O relatório da ONU mostrou que cerca de 30 milhões de pessoas estão envolvidas nesse descaso que é o mundo das drogas. Tanto nas drogas ilícitas quanto nas lícitas, pois, muitas pessoas ainda não veem o álcool e tabaco, como uma espécie de droga. “O encontro de hoje é importante para que possamos debater essa questão, que deve envolver toda a sociedade. É preciso que haja o cumprimento das legislações em nível municipal, estadual e nacional. Trabalho com a prevenção às drogas há mais de 20 anos, e posso afirmar que os jovens e as famílias estão sendo dilaceradas. É preciso que parcerias do governo sejam fortalecidas com instituições sem fins lucrativos, como a das comunidades terapêuticas”, ressaltou a vereadora.

Logo após o discurso da Missionária, o grupo Caravana de Prevenção, formado por funcionários da Secretaria Municipal sobre Drogas, fez uma encenação. O representante do escritório das Nações Unidas para Droga e Crime, Francisco Cordeiro, ressaltou que o consumo das drogas ainda está aumentando. “Estamos trabalhando para que nossas diretrizes sejam implantadas em todo o mundo. Todo o nosso trabalho é pautado em auxiliar crianças e adolescentes que são usuários ou de alguma forma sofram por este mal, usando estratégias para diminuir e arar o uso e abuso dessas drogas”, disse ele.

O presidente da Federação Nacional das Comunidades Terapêuticas, Egon Schlüter, explicou que eles trabalham com o intuito de retirar as pessoas dessa vida, trabalham com voluntariedade, fazendo tratamentos apenas por decisão da pessoa ou a família. O projeto é vinculado a um programa de acolhimento, buscam auxiliar e cuidar de dependentes químicos, além de tratar da espiritualidade deles, o equilíbrio entre o corpo, mente e espírito. “Nós lideramos as comunidades terapêuticas, atendemos cerca de 60 mil pessoas em todo o Brasil, e lutamos pelo reconhecimento para não depender de contratos e editais, temos uma legislação própria”, contou.

Ana Rita, Secretária dos Direitos Humanos, disse que a prefeitura e a frente parlamentar estão trabalhando em união, precisando cada vez mais fortalecer esta corrente para que consigam acabar com as drogas. O deputado estadual, Cleiton Collins afirmou que a grande luta contra as drogas é uma verdadeira batalha contra o mal. “Trata-se de uma grande força que anda matando muitas  pessoas e tirando a paz de seus familiares e amigos. O relatório da ONU nos mostrou claramente o surgimento de novas drogas, elas agravam ainda mais a realidade, o Nordeste está liderando o consumo de crack, cocaína, sem contar com as drogas lícitas, como a cachaça, que se tornou até patrimônio cultural daqui do Recife. Fico bastante feliz em saber que muitas autoridades estão se movendo em nome desta causa”, concluiu.